Weby shortcut
Youtubeplay

Regional Catalão: Estudante relata experiência no VER-SUS

topo 77

 

Regional Catalão: Estudante relata experiência no VER-SUS

Nayanna Ferreira já participou de duas imersões do projeto

Texto: Angélica Queiroz | Foto: Arquivo Pessoal

 VerSus

Para estudante, apoio da professora Normalene de Oliveira, que ela descreve como sua incentivadora, foi fundamental para sua participação no projeto 

 

O Vivências e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde (VER-SUS) é um projeto do Ministério da Saúde para a formação de trabalhadores para o SUS. O programa possibilita a estudantes de todo o país imersões teóricas, práticas e vivenciais dentro do SUS, permitindo que o participante sinta na prática os desafios e potencialidades do sistema. Diversos alunos dos cursos da área de saúde da UFG já fizeram parte do projeto. A estudante do 8º período de Enfermagem da Regional Catalão, Nayanna Cristina Ferreira, participou de duas dessas vivências e contou ao Jornal UFG um pouco sobre elas.

A estudante, que foi selecionada para seis vivências e escolheu Uberaba e Brasília, descreve as experiências como “diferentes de tudo que já tinha vivenciado na Universidade”. Para ela, as vivências proporcionaram a sensação que era hora de colocar em prática tudo que a Universidade já tinha oferecido. “Foi gratificante aprender, mas também ensinar um pouco de tudo aquilo que eu já sabia. Por diversas vezes, me posicionava no lugar daquele trabalhador e perguntava ‘e se fosse eu?’”, relata. Por esse motivo, a aluna convidou alguns colegas da UFG e de outras universidades, que agora aguardam o lançamento do novo edital do programa VER-SUS, para concorrer com a proposta de realizar uma edição do projeto na Estrada de Ferro em Catalão, almejando apresentar e fortalecer o SUS em sua região.

Para Nayanna Ferreira, o VER-SUS apresentou um SUS que ela já conhecia a mais de 26 anos como usuária e também como futura trabalhadora. “Possibilitou-me observar a relevância do controle e da participação social e a importância deste conhecimento extra universidade para minha formação”, afirma.
Nayanna Ferreira acredita que o maior aprendizado das imersões foi conhecer a importância do trabalho em equipe. “Tive a oportunidade de conviver com estudantes de diversos cursos, professores, trabalhadores e movimentos sociais, todos com o mesmo objetivo, de lutar pelo SUS, que passa por constantes ameaças midiáticas”, detalha. Para ela, o momento é de engajamento, não mais pela conquista da saúde como direito, mas pela sua permanência.

A experiência mais marcante para a estudante foi quando ela ouviu o relato de uma trabalhadora em Uberaba, com mais de 20 anos de serviço, que falou sobre o que a motivava. “Ela disse que estava lá por eles e para eles, por amor.
Confesso que meus olhos se encheram de lágrimas. Eu tive a certeza que estava no local certo, na hora certa e com a profissional certa para reviver os meus sonhos de caloura, de ser uma enfermeira humanizadora, que saiba gerenciar e que nunca se esqueça de que a essência do trabalho na saúde é o cuidado e o amor”, relembra.

 

Para ler o arquivo completo em PDF clique aqui

 

Categorias : Regional Catalão Ver Sus Regionais ver-sus

Listar Todas Voltar