Weby shortcut
Youtubeplay

Bosque em debate

Logo Jornal

Publicação da Assessoria de Comunicação da Universidade Federal de Goiás 
ANO VII – Nº 69 – Novembro/Dezembro– 2014

Bosque em debate

Texto: Serena Veloso

 

A comissão interdisciplinar responsável pela campanha Vamos conversar sobre o bosque? Diz Aí!, realizada nos dias 19 e 20 de agosto, fez um balanço dos resultados parciais da ação a partir das percepções e sugestões feitas pela comunidade acadêmica para melhoria do Bosque Auguste de Saint-Hilaire, localizado no Câmpus Samambaia. Estudantes e servidores da UFG puderam registrar o que pensam sobre o espaço em painéis e urnas espalhados em quatro pontos do Câmpus Samambaia.

Na análise do material coletado, a comissão verificou que a comunidade considera como necessidades prioritárias para a promoção da qualidade de vida no espaço a melhoria da infraestrutura – como iluminação e instalação de mais bancos, mesas e lixeiras – e a preservação do bosque. Outro ponto bastante citado foi o reforço da segurança, diferentemente da temática do uso de drogas, que foi pouco citada.

Para a professora do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação (Cepae), Sirley Aparecida de Souza, apesar de toda a mobilização, que incluiu atividades culturais, rodas de conversa e música itinerante, a participação dos alunos foi pequena. Com base nos resultados da ação, a comissão pensará propostas para maior participação da comunidade acadêmica nas discussões e ações posteriores e, ainda, apresentará os resultados para a gestão da universidade para avaliação de medidas a serem tomadas.

Paralelamente ao trabalho da comissão interdisciplinar, outro grupo, sob coordenação professora Marilda Schuvartz, foi formado para repensar o uso coletivo do espaço e a conservação ambiental. O grupo é composto por professores do Cepae, das Faculdades de Enfermagem (FEN), de Informação e Comunicação (FIC); dos Institutos de Ciências Biológicas (ICB), de Física (IF), de Química (IQ), de Estudos Socioambientais (Iesa); do curso de Engenharia Ambiental; da Unidade de Conservação, além de servidores das Pró-Reitorias de Pesquisa e Inovação (PRPI), de Graduação (Prograd), de Extensão e Cultura (Proec) e de Assuntos da Comunidade Acadêmica (Procom); do Centro de Gestão do Espaço Físico (Cegef); da Assessoria de Comunicação (Ascom) e de representantes do DCE da UFG.

Segundo a Sirley Aparecida de Souza, um dos objetivos do grupo é retomar atividades que deixaram de ser realizadas no espaço, como o projeto A Escola Vai ao Bosque Auguste de Saint-Hilaire, além de outras relacionadas à educação ambiental, ao ensino, à extensão, à pesquisa e à formação de professores. Também está sendo pensada a inclusão do espaço em um circuito do Museu de Ciência, que ainda será criado, e atividades que causem pouco impacto ambiental. Outra proposta é a de ampliar a arborização, com a estruturação de corredores ecológicos entre os grandes fragmentos de mata que viabilizarão a circulação dos animais nativos, no intuito de aumentar o fluxo gênico entre as espécies.

Pesquisa Diz Ai

Categorias : Bosque Auguste de Saint-Hilaire Câmpus Samambaia Diz Aí

Arquivos relacionados Tamanho Assinatura digital do arquivo
69 p13 166 Kb 7291481a435fbef80cdcbca6f5527b1b
Listar Todas Voltar