Weby shortcut
Youtubeplay
Clube da Astronomia icon

O céu NÃO é o limite

Clube de Astronomia Amadora realiza diversas atividades para popularizar a ciência

 

 

Pessoa orienta participante na observação dos astros

Observação à Conjunção, realizada em agosto, foi um dos eventos organizados pelo clube na UFG

 

Angélica Queiroz

Trazer a Astronomia para a cidade de Goiânia de forma irrestrita, para todas as pessoas e de todas as maneiras, porque ela faz parte de nossas vidas. Essa foi a ideia que motivou a criação do Clube de Astronomia Amadora, fundado por estudantes do curso de Física da UFG em março de 2015. De lá para cá, o grupo tem realizado palestras, observações, minicursos, oficinas e visitas às escolas, entre outras atividades, atraindo o interesse de centenas de pessoas que querem saber mais sobre os assuntos do universo.

Um dos fundadores do clube, Lucas Vieira, afirma que a Astronomia tem pouco espaço em Goiás e no Brasil e que, por isso, uma das intenções é contribuir para que o assunto seja mais conhecido pela população em geral. Com a pouca oferta de cursos de Astronomia no país, o estudante acabou optando por cursar Física na UFG, já de olho na Astrofísica. Fascinado pelo assunto desde criança, o estudante logo se juntou a outros colegas que dividiam a mesma paixão pela Astronomia e assim surgiu o clube que, apesar de ter sido criado por estudantes da UFG, é aberto a qualquer pessoa, independente de curso ou instituição de ensino.

Lucas Vieira conta que o projeto está crescendo e que cada vez mais o grupo tem sido procurado, principalmente por escolas. “Essas visitas são momentos bastante ricos, porque as crianças se interessam bastante por esse assunto. Ficam com aquele brilho nos olhos”, detalha. Os membros do Clube de Astronomia Amadora se reúnem semanalmente para discutir as próximas atividades e as novas descobertas da Astronomia no mundo. O grupo participa ainda de algumas atividades conjuntas com o Pátio da Ciência da UFG, como o Espaço das Profissões.

 

 Pessoas em campo observando os astros através dos instrumentos

“Não adianta divulgar ciência sem saber ciência”

 

Incomodados com a forma com que o assunto é divulgado na grande mídia e na internet, os estudantes estudam bastante, pesquisam e tiram dúvidas com professores, buscando oferecer informações de qualidade sobre a Astronomia e popularizando-a. “Não adianta divulgar ciência sem saber ciência”, ressalta Lucas Vieira. O também fundador do clube, Rodrigo Freire, completa: “Nós trabalhamos contra a má divulgação científica”.

Por conta dessa preocupação, um dos projetos do clube é a criação de um canal no Youtube para a publicação de vídeos explicando vários assuntos sobre o universo. “Ficamos angustiados porque a internet tem muito sensacionalismo e muitas informações são tratadas de forma errada. Queremos oferecer uma alternativa, por isso a ideia do canal”, explica Lucas Vieira. Esse trabalho já é feito nas redes sociais, maiores veículos de divulgação do clube e que já alcançam cerca de 2 mil pessoas.

 

Participantes do Clube da Astronomia

Clube nasceu da vontade de trazer a Astronomia para todos e é aberto a quem quiser participar

Todas as atividades do Clube de Astronomia Amadora são divulgadas nas redes sociais. Siga e fique de olho nas próximas!

Fonte : Ascom/UFG

Categorias : Universidade Edição 83 Astronomia

Listar Todas Voltar