Weby shortcut
Youtubeplay
Editorial

Coragem e apoio para enfrentar desafios

Persistência de mães estudantes é tema de matéria principal desta edição

Michelle Martins*

Em agosto, a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) divulgou o resultado de uma ampla pesquisa de atualização sobre o Perfil Socioeconômico e Cultural dos Estudantes de Graduação das Universidades Federais Brasileiras. Temas como moradia, acesso a atividades culturais e esportivas, idade, raça, cor, etnia e renda estão entre os diversos quesitos avaliados nas 63 universidades federais brasileiras. Nessa pesquisa foi revelado o aumento da presença de mulheres estudando nas universidades federais. Atualmente elas representam 52% do total de estudantes. É nesse contexto que importa sabermos como essas mulheres conciliam os papéis de estudante, de trabalhadora e de mãe cotidianamente.

A principal matéria dessa edição retoma o tema da maternidade e conta histórias de mulheres para mostrar a persistência de mães estudantes que, contrariando todas as dificuldades, dividem o seu tempo para educação e os cuidados dos filhos, o trabalho e as obrigações de quem é estudante. Como podemos saber um pouco mais sobre a vida dessas mães estudantes dentro da Universidade? Que tipo de apoio a UFG pode dar para essas famílias? Como se comportam as famílias indígenas quando uma mãe decide estudar também? Quais os amparos legais que mães e crianças podem ter, considerando que, atualmente, o número de vagas em creches públicas é muito menor que a demanda? Algumas respostas estão na matéria Mãe e Acadêmica que, de forma encantadora e informativa, expõe uma realidade de diversos estudantes.

Na entrevista dessa edição abordaremos um tema ainda considerado tabu: o suicídio. Pela gravidade do problema, que tem se intensificado entre os jovens, foi instituído o Setembro Amarelo para a realização de atividades de conscientização e prevenção do suicídio. A coordenadora do projeto Inter-vir, Célia Maria Ferreira da Silva Teixeira, revela a importância de se discutir o assunto na sociedade.

Falaremos nessa edição também sobre a atuação conjunta das áreas de comunicação da UFG (Assessoria de Comunicação, Rádio Universitária e TV UFG), que reunirá esforços para realizar uma cobertura especial das Eleições 2016. Com o compromisso de proporcionar aos eleitores uma leitura mais crítica sobre as propostas dos candidatos, assim como fornecer informações sobre o processo eleitoral e as mudanças na legislação que terão impacto no pleito desse ano. Essa iniciativa é um dos marcos da proximidade que esses veículos e órgãos da UFG têm mantido em prol da construção em conjunto de uma política de comunicação institucional. Outra iniciativa que deve ser acompanhada pela comunidade universitária é a série de encontros temáticos que se seguirão até o mês de novembro com o objetivo de abrir um debate sobre os temas ligados à comunicação na Universidade, tendo em vista a construção democrática dessa Política de Comunicação. Confira o anúncio na página nove sobre esses encontros e programem-se para participar.

Temas diversos estão também nessa edição, mas a reforma da previdência ganhou destaque ao ser pautada para a mesa-redonda. Os convidados dessa edição discutiram a proposta que ainda não está totalmente fechada e avaliaram o contexto de implantação dessa reforma, que aponta para a adoção de regras mais rígidas para os trabalhadores. Confiram ainda matérias sobre o monitoramento oficial do Cerrado, que alerta para o avanço do desmatamento e das queimadas, além da ameaça para a biodiversidade do ecossistema; e a liberdade e os demais benefícios com o uso de software livres na UFG, ainda encontra desafios de implementação na instituição.

Enfim, termino esse editorial com uma despedida especial para toda a equipe da Ascom UFG. Quando esta edição do Jornal UFG estiver circulando, a coordenação de jornalismo da Ascom já estará sob a responsabilidade do jornalista Luiz Felipe Fernandes e eu estarei licenciada para cursar a pós-graduação. Com muito orgulho de fazer parte dessa equipe, estarei de longe apenas como leitora, ansiosa para ler a próxima edição. Para os meus colegas, desejo um ótimo trabalho nos próximos meses. Aos leitores, uma ótima leitura !!

* Coordenadora de Imprensa da Ascom

Fonte : Ascom UFG

Categorias : editorial Edição 82

Listar Todas Voltar