Weby shortcut
Youtubeplay

EDITORIAL: O balanço de um ciclo de trabalho

 

 

EDITORIAL: O balanço de um ciclo de trabalho

Texto: Michele Martins*

A última edição do ano do Jornal UFG, pela maior extensão, adquire um caráter especial para a equipe de Jornalismo da Ascom, além de representar o fechamento de um ciclo em nosso trabalho. Ao finalizarmos esta edição, percebemos com satisfação a variedade de temas abordados, os quais contemplam ações de ensino, pesquisa e extensão em todas as Regionais da instituição.

 

Ao longo deste ano nossa equipe conseguiu pautar assuntos relacionados à inclusão e à permanência no ensino superior, como foi o caso da acessibilidade e a adoção de cotas na pós-graduação. Nesta edição, dois temas ganharam destaque: a Transexualidade e o Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G). O primeiro foi abordado em uma mesa-redonda que revela um grande tabu na sociedade brasileira mantido pela falta de informação e pelo preconceito. Nesta seção, produzida em conjunto com a Rádio Universitária e a TV UFG, foi possível unir especialistas em um debate que expõe as dificuldades que os transexuais precisam superar para exercer seus direitos.

 

Na Universidade existem vários exemplos de equipes dedicadas a oferecer à sociedade serviços e conhecimentos importantes. Uma destas equipes é a do Planetário UFG, vinculado ao Instituto de Estudos Socioambientais (Iesa). Em outubro de 2015 ele completou 45 anos e, neste período, foi responsável por encantar e ensinar milhares de crianças e adultos que nunca esquecem do dia em que assistiram uma sessão dentro da cúpula. Em entrevista, o diretor do Planetário relata o imenso sentimento que o impulsiona a se dedicar diariamente a este importante espaço museológico.

 

Outro assunto de destaque é a pesquisa que estampa a capa: a variação nos parâmetros climáticos a partir de dados coletados na Feira Hippie e no Mercado Aberto de Goiânia. Vivemos um período de elevação na temperatura global, sentimos os seus efeitos diariamente e pesquisas como esta apontam para a necessidade de considerar as condições atmosféricas como subsídio ao planejamento e desenvolvimento urbano.

 

Atividades relacionadas ao empreendedorismo crescem na universidade. Nesta edição, abordamos dois exemplos desenvolvidos na UFG. Uma na área de Educação Ambiental, com a empresa júnior dos cursos de Ciências Ambientais e Geografia da Regional Goiânia, e outra com a pesquisa financiada pelo Ministério da Cultura e CNPq na área da economia criativa, com participação de integrantes da comunidade da Regional Goiás.

 

Todo o conteúdo que pautou este jornal revela a maturidade e o protagonismo da UFG no cenário nacional. Essa maturidade abriu caminhos para oportunidades de ampliação do acesso ao ensino superior e motivaram a articulação política de gestores nas três esferas governamentais. Um dos mais importantes resultados dessas articulações foi anunciado no início de novembro: a criação de duas novas universidades no Estado de Goiás a partir da Regional Catalão e da Regional Jataí. Esperamos que juntas essas universidades possibilitem alavancar o desenvolvimento de nosso Estado e que exemplos de projetos de pesquisa, ensino e extensão continuem pautando o jornalismo. Tenham uma boa leitura!

  

*Coordenadora de Imprensa da Ascom

 

Para ler o arquivo completo em PDF clique aqui

 

Fonte : Ascom UFG

Categorias : editorial novembro/dezembro 2015 balanço

Listar Todas Voltar