Weby shortcut
Youtubeplay
noticia1284660206.jpg

Direção e Produção de Arte: o espetáculo em harmonia

Escola de Música e Artes Cênicas da UFG cria novo curso para  (aprofundar a pesquisa em)  artes do espetáculo

O diretor e produtor de arte é o profissional que, em conjunto com o (encenador,) o diretor de elenco e os atores, observa e pensa o espetáculo de maneira integrada. Conhecer todos os recursos que dão suporte ao espetáculo é a característica fundamental desta atividade, cuja origem está na publicidade e no cinema Nos últimos anos essa prática passou também a conquistar espaço no campo das artes cênicas. É com base nessa tendência contemporânea das artes do espetáculo que a Escola de Música e Artes Cênicas da UFG (Emac) idealizou o curso de Direção e Produção de Arte.

 

O novo bacharelado, viabilizado pelo Programa de Expansão das Universidades Federais (Reuni), recebeu a primeira turma no segundo semestre de 2010. Coordenado pelo professor Newton Armani de Souza, objetivo do curso é proporcionar ao aluno amplo conhecimento sobre a linguagem teatral do ponto de vista estético e visual. A matriz curricular foi elaborada para formar um profissional que domine as especificidades dos elementos cenográficos , inclusive recursos audio-visuais, e trabalhe para que toda a estrutura cênica seja organizada. Além das experiências conceituais ligadas à estética da arte, os alunos receberão noções de políticas públicas para a cultura

 

Em entrevista ao Jornal UFG On-line, o coordenador do curso de Artes Cênicas, Alexandre Silva Nunes, destacou que, no contexto atual das artes, é fundamental que o diretor e produtor de arte conheça os aspectos ligados à forma de gerir o espetáculo, como leis de incentivo à cultura, embora não seja este o eixo do curso. “Vamos dar abertura às questões das políticas culturais, dos projetos de financiamento, mas não no sentido de dar uma formação de gerência em produção executiva, isso não entra na perspectiva do curso”, destacou o professor, ressaltando que o curso está voltado para o pensar e o fazer artístico.

 

Segundo Alexandre Silva Nunes, os alunos do curso de Direção e Produção de Arte vão trabalhar exatamente com a roupagem do espetáculo. “Seu campo de experimentação serão justamente os espetáculos do curso de Artes Cênicas”, afirmou o professor. Para ele, essa atuação em conjunto é essencial para o desenvolvimento de ambos os cursos, porque promove a integração entre os estudantes, cada um na sua especialidade.

Fonte : Renato Joseph

Listar Todas Voltar